Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

A Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco condena a prisão do presidente e vice-presidente da Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco (ACS-PE), Alberisson Carlos e Nadelson Leite, ocorridas na tarde desta sexta-feira (9), durante realização de assembleia conjunta de policiais e bombeiros militares.

Para o líder da Bancada, Silvio Costa Filho (PRB), a medida não contribui para que o Governo do Estado e os agentes de segurança cheguem um acordo. “Uma atitude autoritária só contribui para tensionar ainda mais as relações entre a categoria e o Estado, enquanto a sociedade clama para que as duas partes cheguem ao entendimento”, avaliou. Silvio lembra que, preocupada com o crescimento da criminalidade e o aumento da tensão entre a corporação e o Governo, a Oposição protocolou há dois meses pedido de audiência com o governador para discutir a segurança.

Vice-líder oposicionista, o deputado Joel da Harpa (PTN) também se posicionou contra a prisão. “A categoria estava iniciando a assembleia, portanto não se chegou sequer a falar em greve ou qualquer outra ação. O Governo, que encerrou a mesa de negociação com as associações, voltar a agir de maneira arbitrária, prendendo o presidente e vice da associação. Isso que está acontecendo em Pernambuco é inaceitável num Estado democrático de direito”, criticou.

Para os parlamentares, o momento é de se construir o diálogo, principalmente levando-se em conta que Pernambuco caminha para o terceiro ano seguido de crescimento no número dos homicídios, com aumento também dos assaltos a ônibus, ataques a bancos, roubos de veículos, entre outros crimes. 

“A sociedade pernambucana não pode continuar acuada, pagando o maior de todos os impostos, o do medo. Fazemos mais uma vez o apelo pelo diálogo como forma de se buscar o entendimento. Medidas arbitrárias e a radicalização entre policiais e Estado aumentam a sensação de insegurança que já vivemos e penaliza, ainda mais, a população pernambucana”, ponderou Silvio. 
Servidores continuam protesto em frente ao Palácio Campo das Princesas. Forças Armadas vão enviar reforços
O presidente da Associação de Cabos e Soldados foi preso administrativamente em flagrante quando abria a assembleia da categoria. Fotos: Nando Chiappetta/DP

Os policiais militares do estado descartaram qualquer possibilidade de greve nesta sexta-feira. Após a prisão do presidente da Associação de Cabos e Soldados, Alberisson Carlos, e do vice-presidente, Nadelson Leite, durante uma assembleia no início da tarde, na Praça do Derby, na região central do Recife, os PMs informaram que vão cumprir a determinação judicial que proíbe reuniões para deliberar sobre greves. Em protesto, a categoria saiu em passeata pela Avenida Conde da Boa Vista com destino ao Palácio Campo das Princesas, sede do Governo de Pernambuco, e uma comissão foi recebida pela gestão. No encontro, as negociações a respeito da pauta de reivindicação da categoria foram reabertas. Ainda na noite desta sexta-feira, as Forças Armadas informaram que vão enviar reforços de aproximadamente 3,5 mil militares da Marinha, Exército e Aeronáutica para atuar na garantia da lei e da ordem na Região Metropolitana do Recife. A operação, intitulada Leão do Norte, começa hoje.

Alberisson Carlos e Nadelson Leite foram presos no início da assembleia da categoria que iria deliberar sobre a greve. Antes de ser preso, o presidente da entidade adiantou que não abandonará seus ideais. "Podem prender meu corpo, mas minha mente continuará livre", desabafou. Ainda ao microfone, o sindicalista pediu calma para a categoria. "Eu estou sendo preso, mas não pode haver indisciplina. Não podemos deixar que isso transforme tudo em confusão", declarou. Os dois foram encaminhados para a sede da Companhia Independente de Operações Especiais (Cioe).

Quando os militares decidiram fazer a passeata de protesto, o Palácio Campo das Princesas foi isolado para impedir a aproximação dos servidores. A Ponte Santa Isabel foi interditada desde o cruzamento com a Rua da Aurora. Ainda assim, uma comissão composta pelos deputados estaduais Guilherme Uchoa, Joel da Harpa e Waldemar Borges se reuniu com o secretário da Casa Militar, coronel Eduardo Pereira, para discutir a respeito das reivindicações da categoria. Ao final da reunião, o presidente da Associação dos Praças, José Roberto Vieira, foi procurado por uma oficial de justiça e recebeu uma notificação de que a multa pelo descumprimento da determinação judicial, que era de R$ 100 mil, passou a ser de R$ 500 mil.

Os policiais militares e bombeiros do estado estão trabalhando em esquema de operação padrão desde a última terça-feira. No método padrão, os policiais só podem ir às ruas se forem cumpridas todas as exigências legais, ou seja, com armamentos e coletes dentro do prazo de validade, viaturas só circulam comandadas por sargentos ou cabos e as viaturas de emergência (incluindo ambulâncias e carros de bombeiros) só podem ser guiadas por profissionais com habilitação D e curso específico de direção. A operação foi a alternativa encontrada pelos policiais militares para pressionar o Governo de Pernambuco nas negociações sobre o reajuste salarial, o Plano de Cargos e Carreiras e as mudanças no pagamento e contratação de agentes. Na pauta de reivindicação entregue ao governo na última terça, quando a categoria deflagrou operação padrão, o reajuste sugerido varia de acordo com os cargos. No caso dos soldados, que hoje recebem R$ 2.319,89 a proposta é de R$ 4.497,84, valor aproximado ao piso da categoria em Sergipe. Os coronéis, que hoje recebem R$ 13.160,95, passariam a ter um salário de R$ 22.498,82.


Policiais descartaram a possibilidade de greve e descumprimento da ordem judicial e conseguiram a reabertura das negociações.    
Policiais descartaram a possibilidade de greve e descumprimento da ordem judicial e conseguiram a reabertura das negociações.


PROIBIÇÃO JUDICIAL DE REALIZAÇÃO DE ASSEMBLEIAS
O Tribunal de Justiça de Pernambuco proibiu as associações militares do estado de realizar assembleias para deliberar sobre greves na noite da última quarta. O desembargador José Fernandes Lemos determinou que as quatro entidades que representam os policiais militares "se abstenham de realizar reunião, assembleia ou qualquer evento que tenha por objetivo reunir ou patrocinar a deflagração de greve de militares estaduais ou qualquer outro movimento que comprometa a prestação do serviço de segurança pública". O não cumprimento da decisão seria punido com multa de R$ 100 mil, além de outras sanções decorrentes de desobediência a ordem judicial. O pedido de liminar foi solicitado pela Procuradoria Geral do Estado. Essa seria a razão da prisão das lideranças sindicais.

No documento, o desembargador justificou a decisão alegando que a Constituição Federal veda a sindicalização e a greve por parte dos militares. Devido à citação e considerando as evidências do intuito de deflagração de greve por parte da categoria, a liminar foi expedida ainda na noite da quarta. O magistrado ainda salientou que a paralisação dos serviços por parte de policiais militares, a incitação a isso ou a realização de reuniões com essa finalidade configuram diversos crimes militares.

REFORÇO NA SEGURANÇA
Para garantir a segurança da população durante a iminente greve da categoria, o Governo de Pernambuco solicitou reforço para as Forças Armadas. A Marinha, o Exército e a Aeronáutica vão enviar cerca de 3,5 mil militares para garantir a ordem na Região Metropolitana. O reforço na segurança começa hoje e deve durar até o dia 19 de dezembro. O emprego das Forças Armadas foi autorizado pelo presidente da República, Michel Temer, através do Decreto 8928, de 9 de dezembro, após solicitação do governador Paulo Câmara.

Indignada com a prisão das lideranças, policiais saíram em passeata até o Palácio Campo das Princesas.             
Indignada com a prisão das lideranças, policiais saíram em passeata até o Palácio Campo das Princesas.


FONTE: Diário de Pernambuco
Leia mais:http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-urbana/2016/12/09/interna_vidaurbana,679333/liderancas-da-policia-militar-continuam-presas-mas-negociacao-com-o-g.shtml

O Governo do Estado de Pernambuco nunca se negou a negociar melhorias salariais para os policiais militares e os bombeiros militares. Em abril de 2016, por ocasião do último acordo salarial, ficou definido que as partes voltariam a conversar em abril de 2017.

Num gesto de diálogo, no último dia 1o. de dezembro, os comandos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco convocaram as associações das duas instituições para uma nova conversa.

Ao final, foi assinado um documento por todos presentes no qual ficou definido que as associações apresentariam suas propostas, no dia 7 de dezembro, para que os comandantes tratassem de melhorias salariais para as categorias com o Governo do Estado. 

Ficou acordado também um cronograma, a partir de janeiro de 2017, quando seriam realizadas reuniões periódicas entre os comandos militares das duas corporações e o Núcleo de Gestão do Governo com o objetivo de construir uma proposta a ser encaminhada à Assembleia Legislativa logo no início do ano legislativo, no mês de fevereiro.

No entanto, apenas duas horas após a assinatura desse documento, os presidentes das associações descumpriram o compromisso formal e divulgaram mensagens em áudio e vídeo, agredindo os comandantes das corporações e convocando para uma assembleia no dia 6 de dezembro de 2016. Um movimento ilegal e extemporâneo com o objetivo de pressionar o Governo.

Em assembleia realizada na frente do Palácio do Campo das Princesas, no dia 6 de dezembro, foi deliberado que os militares realizariam “operação-padrão” e abandonariam o Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES), medida que desfalcou de forma irresponsável as operações de rotina da Polícia Militar de Pernambuco, prejudicando a população do nosso Estado.

Outra deliberação foi a realização de nova assembleia às 14h, desta sexta-feira, dia 9 de dezembro de 2016, difundindo no meio da tropa palavras de ordem que claramente ferem a hierarquia e a disciplina previstas nos regulamentos militares. Uma tentativa clara de levar a uma deliberação da tropa que poria em risco a ordem pública e a segurança de pernambucanas e pernambucanos.

Diante desse quadro, o Governo do Estado  decidiu tomar todas as providências para assegurar a manutenção da ordem e da autoridade pública, a saber:

1 – Solicitação ao Presidente da República, Michel Temer, de autorização para emprego das Forças Armadas e da Força Nacional de Segurança na Garantia da Lei e da Ordem. Autorização já  concedida pelo Presidente da República. O Presidente também determinou ao Ministro da Defesa, Raul Jungmann, o seu deslocamento a Pernambuco, ao lado do Estado Maior das Forças Armadas, para dar um apoio necessário.

2 – Solicitação ao Poder Judiciário da proibição da realização de assembleia destinada a deliberar sobre greve. A medida foi deferida em 7 de dezembro de 2016 pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco, em decisão proferida pelo Desembargador José Fernandes de Lemos: “se abstenham de realizar reunião, assembleia ou qualquer evento que tenha por objetivo reunir ou patrocinar a deflagração de greve de militares estaduais ou qualquer outro movimento que comprometa a prestação do serviço de segurança pública”. 

3 – Desafiando o Poder Judiciário e atentando contra o Estado Democrático de Direito e os regulamentos militares da Polícia Militar de Pernambuco, foram presos em flagrante, na tarde desta sexta-feira, integrantes das associações, pela prática de crime militar.

O Governo de Pernambuco não aceitará o desrespeito à hierarquia e a quebra do código disciplinar da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar.

Por fim, o Governo vem tranquilizar a população de Pernambuco de que fará o que estiver ao seu alcance para manter a segurança e a ordem públicas. O Brasil passa por uma crise sem precedentes e agir para criar intranquilidade à população do nosso Estado não honra a história dos integrantes da Polícia Militar de Pernambuco e do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco.

Governo do Estado de Pernambuco
Apesar da incerteza da permanência da equipe dos atuais samuzeiros (Enfermeiros Tec. de enfermagem, Médicos e condutores do Samu) em virtude da politica, o secretario de Saúde Orlando Jorge cumprindo a lei que diz que toda equipe tem de fazer reciclagem anualmente, fez a capacitação a todos profissionais em APH (Atendimento Pre- Hospitalar) ou SBVT (Suporte Básico a vida no Trauma) estarem em dia com suas reciclagens.

O curso de reciclagem com os profissionais do SAMU foi realizado na secretaria de Saúde do município. Com médicos, Tec. e enfermeiro e condutor especializados no assunto.

Lembrando que todo profissional que for assumir tal serviço é obrigatório de esta rigorosamente em dia com o curso de APH ou SBVT e os devidos conselhos em dias como COREM (Conselho Regional de Enfermagem) e CRM (Conselho Regional de Medicina), com exceção do condutor que não existe conselho, mais tem de ser portador de APH ou SBVT em dia igualmente aos outros profissionais, além do curso especifico para conduzir ambulância. 








A Escola Técnica de Limoeiro José Humberto de Moura Cavalcanti (ETE), nesta sexta-feira (09), a EXPOETE como  tema  “Comunidade movimento e Saúde” na verdade é um evento didático, científico e cultural, realizado pela ETE, cujo objetivo geral definido pela sua organização é o de exibir em praça pública os projetos e experimentos desenvolvidos pelos estudantes da escola, para a difusão da ciência, da cultura e da tecnologia à sociedade limoeirense.

O projeto, concebido e implementado pelo corpo docente junto aos estudantes da escola, foi realizado sob Direção Geral da sua Gestora, a professora Karina Falcão de Athayde Malta. Todos os projetos são oriundos de pesquisas efetuadas pelos grupos de estudantes previamente definidos pela organização do projeto para esse fim. 

“A escola oportunizou, na tarde da última 6ª feira (09/12/2016), a vivência de um momento especial aqui na Praça da Bandeira, bem no centro da cidade Princesa do Capibaribe, tão tradicional dentre a educação do agreste setentrional do estado Pernambucano, o projeto aborda saúde, serviço tecnologia. A gente vem aqui com a proposta de informar a população sobre saúde, doenças obesidades e tecnologia. Nós não apenas nos preocupamos somente com o ensino  acadêmico, e sim com o desenvolvimento humano e a educação” disse o professor  Edson (professor de inglês e matemática).

No momento foi mostrado em vários estandes vário praticas de Esportes, como ciclismo, motociclismo, skeite, ale dos equipamentos de seguranças de todos os esportes, inclusive parte do grupo Junta e anda esteve no local com suas vestes equipamento e motos.
Também teve os estandes de dança aeróbica e outros tipos de ginastica o proposito era se mexer. A escola também fez aferição de pressão arterial e dosagem de glicose e orientação alimentar para uma saúde perfeita.












Em solenidade realizada na Barragem de Jucazinho, o presidente Michel Temer também assinou OS para recuperação da represa e o governador Paulo Câmara destacou a necessidade do investimento em obras estruturadoras 


SURUBIM - Um aporte de R$ 34 milhões da União viabilizará o projeto idealizado pelo Governo de Pernambuco para levar água da Mata Norte ao Agreste. Durante cerimônia realizada na Barragem de Jucazinho, em Surubim, o presidente da República, Michel Temer, assinou uma ordem de serviço para a integração entre os sistemas de Siriji, em Vicência, Palmeirinha, em Bom Jardim, e o próprio Jucazinho, reforçando o abastecimento da região setentrional. Na oportunidade, também foram liberados R$ 12 milhões para recuperação da represa, que se encontra em colapso. Após a solenidade, a comitiva seguiu para a Estação de Bombeamento I da Transposição do Rio São Francisco, em Floresta, no Sertão. 

"Não sabemos o que vai vir de chuva em 2017, mas é  importante manter o foco nessas obras estruturadoras do sistema hídrico. Nós sabemos que água é vida, faz parte do contexto do dia a dia das pessoas, e nós governantes temos que garantir que chegue água às casas das pessoas", defendeu Paulo Câmara, pontuando ações implementadas pela administração estadual com esse objetivo. "Nós estamos fazendo obras também estruturadoras enquanto as grandes não ficam prontas, como a Transposição do Rio São Francisco, os ramais e as adutoras", frisou. Em dois anos, o Estado investiu R$ 1,2 bilhão em obras de infraestrutura hídrica em todas as regiões. 

A integração entre Siriji, Palmeirinha e Jucazinho será realizada em cinco meses. Ao todo, serão instalados 36 quilômetros de tubulação. O projeto foi elaborado pelo Governo de Pernambuco e doado ao Governo Federal para agilizar os processos e reduzir o sofrimento das pessoas que vivem nessa região. 

A recuperação da barragem da Jucazinho - equipamento responsável pelo abastecimento de 15 cidades pernambucanas - contará com um aporte de R$ 53 milhões. O reservatório será revitalizado e ficará pronto dentro de quatro meses. Nesta solenidade, foram liberados R$ 12 milhões de imediato. Os outros R$ 41 milhões serão licitados pela União em um segundo momento.

Diante do presidente e ministros da União, o governador Paulo Câmara disse que assim que tomou conhecimento da situação do equipamento iniciou uma articulação para viabilizar a obra. "Vamos estar unidos buscando soluções para que todos tenham a possibilidade de superar esse momento", completou Câmara. 

Em sua primeira visita a Pernambuco como presidente, Michel Temer também assegurou que não vai medir esforços para concluir o projeto São Francisco, principal iniciativa para a garantia da convivência com a estiagem. "Vamos partir para uma outra ideia, que é a revitalização do São Francisco. Estamos lançando um programa chamado Novo Chico para revitalizar o rio", afirmou o presidente, destacando a importância de conhecer a realidade dos nordestinos. "Vendo a realidade de perto é diferente dos relatos que ouvimos", ponderou.

Também participaram desta solenidade os ministros Bruno Araújo (Cidades), Mendonça Filho (Educação) e Fernando Filho (Minas e Energia), Marx Beltrão (Turismo). Além dos deputados federais João Fernando Coutinho, Fernando Monteiro e Danilo Cabral; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Thiago Norões; e o presidente da Compesa, Roberto Tavares.


Fotos: Aluisio Moreira/SEI
Após o disse mim disse sobre da não realização da festa 79ª Festa da comunidade dos Mendes a tradicional festa de natal, a comunidade de Vila Mendes, convida você limoeirense e moradores da região, pois a festa vai acontecer sim.

A parte religiosa começara com uma salva de 21 tiros, seguido de uma belíssima girandola, além de uma missa realizada às 19 horas do dia 24/12/16na capela de nossa senhora da conceição.


Já na parte profana uma das tradicionais atrações desta festa e o Cantor Natan dos teclados já confirmado, Banda leve Swing, há quem diga que alguns comerciantes da vila Mendes e de recife que são do povoado estão tentando a viabilização da vinda da Banda Sedutora.
No próximo dia 17/12/2016, às 15 h e 30 min., acontecerá na Escola Técnica Estadual Maria Eduarda Ramos de Barros, em Carpina, o lançamento da obra Indo e Voltando, Histórias Contando, Ed. Libertas.
O livro é resultado do Projeto CUMPLICIDADES - Fortalecendo a relação entre museus e escolas – Diálogos Itinerantes, uma parceria da Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco com a Fundação Gilberto Freyre. Este projeto propunha o estudo da obra do sociólogo e intérprete do Brasil, Gilberto Freyre, por parte dos educadores, que por sua vez, deveriam apresentá-la aos estudantes e, a partir daí, desenvolverem uma atividade resultando em um produto.
A professora de Língua Portuguesa, Maria José de Barros, aceitou o desafio e convidou doze adolescentes do primeiro e terceiro anos do Ensino Médio dos Cursos Técnicos em Administração, Comércio e Redes de Computadores da Escola para participarem do referido Projeto.
Estudaram a obra: “Guia Prático, Histórico e Sentimental da Cidade do Recife”,  e  trabalharam o gênero memórias literárias. E a partir dessa leitura, escreveram textos de memórias sobre suas cidades.
Devido à qualidade dos textos, a Escola resolveu organizar e editar o livro, valorizando assim, a produção dos estudantes.
Sobre a organizadora da obra:
Maria José de Barros, organizadora desta obra, limoeirense e pernambucana de nascimento e de coração. É esposa, mãe, e educadora por opção e paixão. Adora ler, ouvir música, dançar, fazer amigos, escrever poemas, viajar conhecendo o Nordeste, principalmente Pernambuco.  Graduada em Letras, pela Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata – UPE; especialista em Leitura e Produção Textual pela FAINTIVISA – Faculdades Integradas da Vitória de Santo  Antão – PE; aluna do Curso EAD - Técnico em Biblioteconomia pela Secretaria de Educação de PE (cursando).                                                                                                                  Professora de Língua Portuguesa e Artes, da Rede Pública Estadual de PE, lotada na Escola Técnica Estadual Maria Eduarda Ramos de Barros - Carpina; pesquisadora independente e produtora cultural.                                                                                                                                                     Autora das obras Vida versos VidasBusca; organizadora e coautora da obra Ah! Se eu soubesse escrever... Minha vida daria um livro; autora do livro infantil Era uma vez, uma peixinha...; coautora da obra Produção Textual: Múltiplos Olhares, com o artigo: Intertextualidade: múltiplos olhares; coautora da obra Tessitura de Saberes, com o artigo Lagoa do Carro: uma terra que tece com fios sua história; organizadora e coautora da obra Daluz Costurando as Linhas do Tempo; coorganizadora da obra Saberes Ambientais e Educacionais; autora da obra As Estripulias de Mané Gostoso (no prelo).

​Contamos com sua presença e agradecemos, desde já, o espaço para divulgação.
Com as informações de que a prefeitura de Limoeiro, através da Secretaria de cultura não irá fazer decoração natalina este ano por parte da prefeitura municipal de Limoeiro, na praça da bandeira, alguns limoeirenses se reuniram e vão viabilizar em regime de mutirão a ornamentação da Praça da Bandeira.

 O grupo oficializou o pedido de autorização ao município para que seja feita a ornamentação da Praça da Bandeira, de posse da autorização o grupo caíram em campo. Os materiais restantes do ano passado foram liberados para o grupo pela secretaria de Desenvolvimento Social. O grupo é formado por Lucas Chagas, Rinaldo Junior e Valdo Arruda entre outras pessoas que não conhecemos no momento. 

As doações estão sendo coletadas, bem como guardadas no Colombo Sport Club. O Colombo será o quartel de coleta dos materiais de doações, quem quiser ajudar nesta peleja já sabe onde levar suas doações. O grupo também conseguiu o apoio da CASMATEL, uma parceria importante tendo em vista que a empresa é especialista em trabalhos elétricos de baixa e alta tensão.

Vários voluntários Artesãos que trabalham com material reciclável e decoração, vão dar sua contribuição. Uma das maiores dificuldades que estão sendo encontradas pelo grupo e a falta de pisca-pisca. Então você que é limoeirense e pertente participar desta peleja com os jovens é só levar sua contribuição nos pontos de coletas que será colocado na Praça da Bandeira, não importa a quantidade de lâmpadas e sim sua contribuição.


Além da coleta na praça você pode se dirigir a loja do amigo Gilson Reis ”Reis Cell” e fazer lá sua doação à loja fica localizada no Shopping Center Limoeiro.

Informacoes: Radio Jornal no programa de Alfredo neto


Governador participou, na amanhã desta quinta-feira, de missa campal na área externa do Santuário

Assim como os milhares de fiéis que sobem o Morro da Conceição todos os anos para celebrar os festejos em homenagem à Santa que dá nome ao local, o governador Paulo Câmara e a primeira-dama Ana Luiza dedicaram a manhã deste 8 de dezembro, Dia de Nossa Senhora da Conceição, para fazer suas preces e agradecer pelas bênçãos alcançadas. Acompanhado também do prefeito Geraldo Júlio, da primeira-dama do Recife, Cristina Mello, e de secretários estaduais, o chefe do Executivo pernambucano caminhou até o Santuário, onde participou de missa campal presidida pelo padre Airon Rodrigues, da Diocese de Afogados da Ingazeira. Realizada no bairro de Casa Amarela, Zona Norte do Recife, a maior romaria do Estado chega, este ano, a sua 112ª edição.

Ao fim da cerimônia religiosa, o governador fez questão de destacar a tradição religiosa como elo de paz e unidade entre as pessoas. "Celebrar momentos como esse é muito importante porque ele exalta a paz, o amor e a união entre os povos. Estamos chegando ao final do ano, e é sempre bom poder agradecer por tudo e, ao mesmo tempo, pedir a bênção de Deus para que possamos, com muito trabalho e dedicação, superar os desafios que nós estamos enfrentando”, frisou Paulo.

Paulo defendeu ainda a fé como ferramenta essencial para o fortalecimento da esperança e do pensamento positivo. “A gente tem que agradecer e rezar para que venham dias melhores. O nosso Governo está empenhado em superar os desafios. Vamos trabalhar muito para isso, e agente conta com a ajuda de Deus”, pontuou.

Muito devota de Nossa Senhora da Conceição, a recifense aposentada Elza Pessoa, de 66 anos, sobe o morro há mais de 40 anos. Para ela, o esforço é muito bem recompensado. “Eu nunca fiz promessa, mas eu faço questão de vir todos os anos para fazer as minhas orações, meus pedidos e, principalmente, para agradecer pela minha vida. Nossa Senhora é o nosso caminho até Deus. Então, é importante render graças a ela também”, confessou, emocionada.

PROGRAMAÇÃO - Iniciada no último dia 29/11, a Festa do Morro recebe devotos de todas as partes do Estado para as programações religiosa e cultural. O encerramento das comemorações será realizado com nesta quinta-feira (08.12), com procissão, saindo, às 15h, do estacionamento da Prefeitura do Recife, no Cais do Apolo, em direção ao Morro da Conceição. Após a chegada do cortejo, uma missa campal será celebrada pelo Arcebispo do Recife e de Olinda, Dom Fernando Saburido, às 18h.

Fotos: Aluisio Moreira/SEI

Esta semana está sendo ​
bastante agitada para parte do elenco convidado da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém 2017.
​Em plena madrugada, os
 artistas Rômulo Neto (Jesus), Letícia Birkheuer (Maria), Adriana Birolli (Madalena) e Jesus Luz (apóstolo João) tiveram que
​participar de gravações de imagens 
​para os
 filme
​s​
 de divulgação do espetáculo
em
 uma fazenda localizada a mais de 20 km da cidade-teatro
​. A próxima temporada ​

​será realizada 
de 8 a 15 de abril, na cidade-teatro localizada no Brejo da Madre de Deus, a 160 km do Recife.


Adriana Birolli, que chegou
​do Rio de Janeiro às 3
h30
​da madrugada ​
​da terça-feira, 
não teve nem tempo de descansar. Seguiu direto com Letícia Birkheuer para o local das filmagens, o alto de uma serra que possibilita a vista de uma bela paisagem do agreste pernambucano. Rômulo Neto, Jesus Luz e os atores pernambucanos José Barbosa e Júlio Rocha, chegaram logo depois
​,​
 juntamente com cerca de 50 figurantes. Na fazenda, eles gravaram várias cenas do Calvário até às 11 da manhã. À tarde, mais trabalho. Os atores se deslocaram até a comunidade de Fazenda Velha para a produção das cenas da Via Sacra. 

​Na noite desta quarta-feira, eles gravam mais cenas da crucificação de Jesus.​


Apesar da maratona de gravações, o elenco está muito animado e feliz por estar fazendo parte do elenco da próxima temporada da Paixão de Cristo.
“Fiquei muito emocionada, foi uma honra receber esse convite para fazer Maria. Acho que qualquer atriz gostaria de estar fazendo parte deste espetáculo”, afirmou Letícia Birkheuer. Para Adriana Birolli, sua experiência na Paixão de Cristo será com certeza muito forte e emocionante. “Estou muito feliz de, nesse momento da minha vida, poder participar desse projeto. Para mim é muito significativo”, destacou. Jesus Luz, por sua vez, afirma que recebeu com muito carinho o convite para fazer o papel de João e se sente lisonjeado por fazer parte do elenco na temporada em que a peça comemorará meio século de apresentações. Rômulo Neto, que está em Nova Jerusalém desde segunda-feira, não esconde a sua satisfação: “É muito gratificante estar em Nova Jerusalém para viver esse ser que estimulou amor para todo mundo com uma mensagem incrível”.

Ainda fazem parte do elenco de artistas convidados Raphael Vianna (Herodes) e Joaquim Lopes (Pilatos), além da modelo Aline Riscado (Herodíades). Raphael e Aline chegam a Nova Jerusalém na madrugada da sexta-feira. Já Joaquim Lopes estará em no Brejo da Madre de Deus no domingo.

​FOTOS MARCELO LOUREIRO​