Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » Distrito de Aliança começa a receber água da Compesa


folha limoeiro 00:05:00 0

Cinco mil habitantes do distrito de Upatininga estão sendo beneficiados

Uma boa notícia para os moradores do distrito de  Upatininga, em Aliança – Mata Norte do estado. Atividades de rotina como tomar banho de chuveiro, a qualquer hora, e lavar roupas,  já estão sendo possíveis graças a iniciativa da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), que construiu uma adutora de 1,5 km interligando o Sistema Adutor do Siriji à rede de distribuição local que está fornecendo água 24 horas por dia para o distrito.

A iniciativa está beneficiando uma população de cinco mil habitantes do distrito, que antes recebia água através de um sistema que contava com pouca infraestrutura. A barragem Gameleirinha, principal manancial que atendia o distrito, estava quase seca. Quando havia, a água era distribuída com baixa pressão, o que obrigava os moradores a carregarem baldes.

Diante da necessidade dos moradores a Compesa elaborou e executou um projeto para levar  água do Sistema Siriji para o distrito. Com um investimento de apenas R$ 50 mil, foi possível oferecer aos moradores mais qualidade de vida e saúde. “Hoje, eles recebem água com regularidade”, assegurou o gerente da GNR Mata Norte, Denis Mendes.

A dona de casa Uélcia Correia da Silva, moradora da Rua Severino Gomes de Andrade, tem duas crianças e atesta que a rotina ficou mais fácil e até mais barata depois da chegada da água da Compesa. “A água hoje está muito forte e é de boa qualidade. Antes, eu pagava R$ 25 por mês por 1 mil litros e carregava tudo isso de balde. Hoje mudou tudo. A que a gente usava era amarelada, tanto que minha filha ficou abismada quando viu pela primeira vez o fundo do tambor depois de cheio”, contou.

O entusiasmo é compartilhado pelos vizinhos. A moradora Beatriz Alves da Silva vive com mais quatro parentes e já calcula a economia que está fazendo por não ter que comprar mais água de carros-pipa. “Antes era muito ruim, pagava R$ 50 por 2 mil litros e agora não precisa mais carregar água”, comemorou.

Além de chegar às torneiras 24 horas e com pressão suficiente para usar chuveiros e encher caixas d´água, os moradores estão consumindo água tratada e com uma tarifa menor em relação à cobrada pelos pipeiros e donos de cacimba. A tarifa da Compesa é de R$ 33,65 para 10 mil metros cúbicos de água. Antes, os moradores desembolsavam cerca de R$ 30 por apenas 1 mil metros cúbicos.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga