Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » Mulheres em situação de violência doméstica ganham primeira Casa Abrigo Modelo do Estado


folha limoeiro 23:36:00 0


Ações nas áreas de enfrentamento à violência doméstica e de gênero, saúde, educação e 
sociopolítica também foram anunciadas na tarde desta quarta (30)



O governador Paulo Câmara realizou, nesta quarta-feira (30.03), no Palácio do Campo das Princesas, a entrega simbólica da Casa Abrigo Modelo Jeruza Mendes, que vai acolher mulheres em situação de violência doméstica de todo o Estado. O novo equipamento apresenta o padrão que será adotado pela administração estadual na implementação das futuras unidades com esse perfil. Na ocasião, o chefe do Executivo estadual e a secretária da Mulher, Sílvia Cordeiro, também apresentaram a 10ª Edição do Anuário 8 de Março – prestação de contas das ações de planejamento e desenvolvimento de políticas públicas para as mulheres desenvolvidas em 2015. A solenidade marcou ainda o lançamento da 9ª Edição do Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero, que teve como homenageada a pesquisadora Cristina Buarque.


Paulo aproveitou a oportunidade para firmar o compromisso de viabilizar a institucionalização da Secretaria da Mulher, com a realização de um concurso público para o quadro efetivo. “Eu tenho compromisso de, junto com a secretária Sílvia, buscarmos meios para que, ainda esse ano, possamos realizar esse concurso”, assinalou Paulo, completando: “Já autorizamos a abertura de uma comissão para que se estude uma estrutura mínima de funcionamento da secretaria que pense o futuro. Vai ser uma estrutura pequena, mas funcional, que dê as condições necessárias para que a secretaria possa ter vida própria a partir dos próximos anos”.


Além da entrega da Casa Abrigo Modelo Jeruza Mendes, seis veículos foram repassados aos Centros de Atendimento Especializado para a Mulher dos municípios de Igarassu, Camaragibe, Nazaré da Mata, Vitória de Santo Antão, Vertente do Lério e Serra Talhada. Outras quatro unidades que abrigam pernambucanas em situação de violência doméstica já estão em funcionamento no Estado. “A estrutura da nova casa oferece as condições necessárias para garantir atendimento a 20 mulheres, acompanhadas de seus filhos menores de idade”, registrou a Sílvia Cordeiro. O espaço possui refeitório, sala de formação, salas de atendimento individualizado em Direito, Psicologia e Assistência Social, brinquedoteca, playground e alojamento com banheiros individualizados.


ANUÁRIO - Com o tema “Pernambuco Inova e Avança ainda mais nas políticas públicas para as mulheres”, o anuário 2016, editado há 10 anos, presta contas das atividades e planejamentos dos 177 Organismos de Políticas Públicas que trabalham no combate à violência doméstica e de gênero, na inclusão socioeconômica da mulher e na luta por mais direitos e participação da mulher nos espaços de poder no Estado. “Quem leu o anuário pôde perceber que, apesar das dificuldades que enfrentamos, muita coisa foi feita. Continuaremos avançando em relação a tanta desigualdade que existe no nosso Estado e que precisa ter o tratamento adequado” cravou Paulo Câmara.


PRÊMIO - Ainda durante a solenidade, foi lançado o edital da 9º Edição do Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero. O prêmio é uma seleção pública que tem o objetivo de estimular a reflexão e o debate crítico sobre as relações de gênero através da seleção de artigos científicos, redações, relatos e projetos de experiência pedagógica, além de produções audiovisuais de curta metragem - roteiros para vídeo documentário digital, que podem contemplar diversas temáticas. Podem concorrer ao prêmio estudantes do ensino médio e técnico, graduação e pós-graduação, além de professores e professoras do Ensino Médio e Técnico.


SAÚDE - Com foco nas estratégias prioritárias de atenção integral à saúde da mulher, as secretarias estaduais da Mulher e de Saúde assinaram um Termo de Cooperação Técnica para instituir a 2ª Edição do Plano Intersetorial de Atenção Integral à Saúde da Mulher. O Plano contempla estratégias voltadas ao enfrentamento da epidemia dos vírus da dengue, chikungunya, zika e seus efeitos na vida reprodutiva das mulheres negras, idosas, lésbicas e bissexuais; o enfrentamento da feminização do HIV/Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis; o controle do câncer de colo uterino e de mama; e os direitos reprodutivos e direitos sexuais.


AGRICULTURA - Também foi selado um acordo com a Secretaria de Agricultura para estabelecer condições de cooperação mútua com vistas ao desenvolvimento das políticas, programas e projetos coordenados pela SECMELHER/PE e PE SARA/PE voltados para o fortalecimento sociopolítico, produtivo e econômico das mulheres rurais.


HOMENAGEM - Durante a cerimônia, o Governo do Estado prestou homenagens à primeira secretária da Mulher do Estado de Pernambuco e atual pesquisadora da Fundação Joaquim Nabuco, Cristina Buarque. A homenageada é uma militante feminista reconhecida nacional e internacionalmente que desenvolve, há mais de trinta anos, um trabalho em prol da democracia e da efetivação da igualdade de direitos entre mulheres e homens. Cristina, natural do Rio de Janeiro, passou a morar no Recife na década de 1950 e é detentora do título de cidadã pernambucana desde 2009.


A solenidade contou ainda com as presenças dos secretários estaduais Lúcia Melo (Ciência, Tecnologia e Inovação), Nilton Mota (Agricultura), Iran Costa (Saúde), coronel Eduardo Pereira (Casa Militar), além da desembargadora do Tribunal de Justiça, Daisy Andrade; os deputados estaduais Tony Gel e Simone Santana; o defensor público-geral do Estado, Manoel Jerônimo; a secretária da Mulher do Recife, Elizabete Goldinho; o subprocurador Geral de Justiça do Ministério Público, Clênio Valença; e a Representante da Rede de Mulheres Indígenas e da Comissão Permanente de Mulheres Rurais de Pernambuco, Elisa Urbano. Ainda prestigiaram o evento os prefeitos Ruy Barbosa (Bonito), Armando Duarte (Caetés),e Jorge Alexandre (Camaragibe).


Fotos: Aluisio Moreira/SEI

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga