Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » Experiência de Pernambuco ajudará o Brasil no atendimento às famílias com crianças com microcefalia


folha limoeiro 21:38:00 0

Em visita à capital pernambucana, nesta quarta-feira, o ministro Osmar Terra destacou serviços sociais executados no Estado



O governador Paulo Câmara e o prefeito do Recife, Geraldo Julio, receberam, nesta quarta-feira (18), o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, para uma análise do funcionamento das ações sociais executadas na capital pernambucana. Após visitar estruturas importantes de atendimento à população nas áreas de assistência e saúde, o representante do Governo Federal destacou o trabalho pioneiro de Pernambuco no apoio às famílias com crianças com microcefalia. Terra apontou o conjunto de medidas adotadas pelo Estado como "piloto" para o Brasil.  


“Pernambuco, hoje, é exemplo no atendimento às crianças com microcefalia. A vinda do ministro mostra isso, que nossas ações estão se destacando nacionalmente e o objetivo é potencializar esse serviço. Nós sabemos que é um desafio muito grande cuidar das crianças que nasceram com microcefalia. Por isso, nós entendemos a importância das políticas sociais e trabalhamos para fortalecê-las”, sublinhou Paulo Câmara, salientando que o Estado conta com 23 pontos de atendimento às famílias que se encontram nessa situação.


A comitiva comandada pelo governador visitou a Policlínica Lessa de Andrade, no bairro da Madalena; a Central de Atendimento do Bolsa Família no Recife, no bairro de Santo Antônio; e o Compaz Governador Eduardo Campos, no Alto de Santa Terezinha - ambos equipamentos mantidos pela Prefeitura do Recife. Os gestores visitaram ainda a residência de uma família beneficiada pelo Bolsa Família, no bairro de Santo Amaro.


Segundo o ministro Osmar Terra, a prioridade no momento da sua pasta é estudar maneiras e soluções que funcionem para promover a qualidade de vida das famílias mais vulneráveis. “O objetivo da minha vinda foi ouvir a população, os gestores sobre o andamento dos programas que já são executados em Pernambuco e o que precisa ser melhorado. Pernambuco se mostrou muito bem preparado. A prioridade agora é oferecer a essas famílias vítimas da microcefalia o programa de ajuda continuada, que são dadas às pessoas com necessidades especiais, para que elas possam ter condições melhores de vida”, pontuou.


Paulo Câmara destacou, ainda, a importância da parceria entre os diferentes governos para a garantia de uma prestação de serviço cada vez mais eficiente e humanizada. “O Governo Federal vai nos ajudar a pensar alternativas necessárias que potencializem o atendimento já realizado. É importante que haja uma união de forças com foco na promoção de práticas que beneficiem população em geral”, indicou.


Para o prefeito Geraldo Júlio, a visita vai contribuir para a replicação de aparelhos como o Compaz em outras cidades do Brasil. “É uma estrutura pioneira no País. Ele foi construído e pensado para atender esse público mais vulnerável, que necessita de uma atenção maior do governo. Quem sabe o ministro possa levar essa experiência para o restante do Brasil”, ponderou. O equipamento atende cerca de 4,7 mil pessoas nas atividades de Assistência Social, Educação, Cultura, Esporte e Lazer.   


SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA – O governador Paulo Câmara prorrogou por 180 dias a Situação de Emergência declarada no Estado, em 29 novembro de 2015, em decorrência da epidemia de dengue, e dos vírus  chikungunha e zika - todos transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti. O decreto será publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (19.05).

 
A prorrogação da Situação de Emergência garante mais rapidez e eficiência às ações de enfrentamento às arboviroses. Com a medida, o Governo do Estado reforça e dá continuidade às ações de mobilização da sociedade, serviços de saúde e dos setores envolvidos que vão contribuir para a redução dos índices de infestação do Aedes aegypti e, por consequência, a ocorrência de novos casos de microcefalia, reduzindo os danos às  gestantes e às crianças.




Fotos: Wagner Ramos/SEI




«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga