Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » Náutico encara o Paysandu em busca do G4 na Série B


folha limoeiro 23:13:00 0

Timbu ainda busca a primeira vitória fora de casa na Série B. Foto: André Nery/JC Imagem
O Náutico mantém, na sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, a necessidade de conquistar a vitória fora de casa. Nesta terça-feira (7), o Timbu enfrenta o Paysandu, no estádio Curuzu, em Belém do Pará, às 19h15, e pode não só vencer a primeira longe do Recife como também entrar no G4 da competição. A partida seria no Mangueirão e foi alterada a pedido dos bicolores. O Náutico tem 10 pontos e é o quinto colocado na Série B, apenas um atrás do Bahia e do Brasil de Pelotas.
Há três jogos sem perder, os alvirrubros têm pela frente um adversário que não ganha desde a quarta rodada. Mesmo assim, onze posições na frente do Paysandu, o Náutico prega respeito. “O Paysandu é um time técnico, não é um time que joga exclusivamente no abafa. Claro que jogando em casa procuram pressionar no início, isso é natural pela proximidade da torcida”, disso o técnico do Náutico, Alexandre Gallo.
LEIA MAIS:

TIME

Gallo prefere manter o mistério quanto à formação inicial do Timbu na partida. Enfrentando Dado Cavalcanti, o treinador alvirrubro destaca que todos os seus comandados estão aptos a entrar em campo. “As nossas escolhas guardamos para a gente porque do lado de lá tem um treinador que conhece muito aqui e quanto mais a gente dificultar a vida deles será interessante pra nós”, ressaltou o técnico alvirrubro.
O Náutico tem cinco jogadores pendurados. Bergson, Gastón, Mateus Muller, Rodrigo Souza e Rony têm dois cartões amarelos cada um. O zagueiro Ronaldo Alves está liberado, mas não vai ao Pará, e Rodrigo Souza é dúvida para a partida. O jogador também foi liberado, porém não treinou nesta segunda-feira (6).
Sobre suas últimas atuações, o atacante Bergson vê evolução. A última rodada foi a primeira em que o jogador passou 90 minutos em campo depois de lesão. “Cada jogo que eu entrar tenho de procurar evoluir fisicamente, taticamente, tecnicamente, tenho que querer evoluir, porque é rotineiro. Sei da necessidade e minha importância para o grupo, e é isso que buscamos no dia a dia, a evolução”, disse Bergson.
O atacante Bergson acredita que evoluiu na última partida. Foto: André Nery/JC Imagem
O atacante Bergson acredita que evoluiu na última partida. Foto: André Nery/JC Imagem

ADVERSÁRIO

O Paysandu vem de derrota e é vizinho da zona de rebaixamento para a Série C: o time ocupa a 16ª colocação na tabela de classificação, com cinco pontos. A última vitória foi contra a Luverdense em casa, na 4ª rodada.
O goleiro bicolor Emerson está suspenso, após expulsão na partida contra o Bahia. Ele levou dois cartões amarelos no jogo. As novidades do Paysandu são as voltas dos atacantes Leandro Cearense e Betinho, que voltaram a treinar depois de passar pelo departamento médico do clube. Hiltinho, meia ex-Náutico, foi regularizado e pode enfrentar o antigo clube. Roniery, João Lucas e Ruan seguem em tratamento.
Na última partida, os paraenses sofreram uma goleada de 3×0. “É um adversário qualificado, não nos iludimos com resultados, apesar de ter perdido para o Bahia, o Paysandu fez um bom jogo”, destacou Gallo.
FICHA TÉCNICA – PAYSANDU X NÁUTICO
Paysandu: Marcão; Edson Ratinho, Domingues, Pablo e Lucas; Ricardo Capanema, Jhonnatan, Rafael Costa e Celsinho; Fabinho Alves (Leandro Cearense) e Alexandro (Betinho). Técnico: Dado Cavalcanti.
Náutico: Julio Cesar; Joazi, Rafael Pereira, Eduardo, Mateus Muller; Gastón, Maylson, e Renan Oliveira; Rony, Taiberson e Bergson. Técnico: Alexandre Gallo.
Série B (7ª rodada). Local: Estádio Curuzu, Belém-PA. Horário: 19h15. Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS).Assistentes: Flávio Gomes Barroca e Jean Márcio dos Santos (ambos do Rio Grande do Norte).


Fonte:Blog do torcedor

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga