Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » No Loteamento Santana a Compensa em vez de água so fornece a conta ha mais de um ano.


folha limoeiro 19:41:00 0

Os moradores do Loteamento Santana, Bairro da periferia de Limoeiro, pedem a Compesa (Companhia Pernambucana de Saneamento) uma solução urgente para a falta de água naquela comunidade.

Entre tantos  problemas de infraestrutura existentes naquele bairro como esgotos a céu aberto em algumas Ruas, falta da entrega de correspondência regular pelos correios, o que mais afligem os moradores e o da falta da água.

Em alguns locais faz aproximadamente (01) um ano que não se ver  águas por lá, mais a conta no final do mês esta chega religiosamente em dia.
O senhor Ednaldo Pereira de Santana, residente na Rua José Walter Aragão, diz que paga as suas contas e não e recebe o liquido precioso. Nem com carro-pipa como deveria ser de direito  já que não vem regularmente é abastecido.

“Olha aqui se você ver tenho todas as minhas contas pagas mas  água amigo que é bom nada! Nós aqui estamos esquecidos pelos políticos de todos os lados, aqui os correios não entrega cartas, aqui as ruas estão esburacadas e tem canto que e uma lama danada e muriçoca até umas horas” disse o senhor.

Receber pagamento  pelo que não fornece e fraude, a Compesa deveria fazer igual foi feito no bairro João Ernesto, pois quando não chegava água e as contas foram suspensas, uma conquista do vereador Beto de Washington para aquela comunidade.

A caixa d’água que seria para abastecer aqueles locais como Como loteamento santo Antônio, Parque Capibaribe e Santana, foi feita só de enfeite, assim como a nova tubulação que não nunca funcionou.


A caixa é construída no CSU-Evalda Vilaça, assim como a tubulação que só serviu para esburacar ainda mais a cidade ficou no esquecimento.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga