Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » » 'Histórias bordadas em mim' faz estreia nacional no Aldeia do Velho Chico


folha limoeiro 19:41:00 0

Narrativa autobiográfica é o  mote do primeiro espetáculo solo da atriz Agrinez Melo

A peça Histórias bordadas em mim, da atriz Agrinez Melo, já é sucesso antes mesmo de estrear. O espetáculo será apresentado pela primeira vez no dia 13 de agosto, às 21h, no Palco Alternativo, em Petrolina e, depois, dia 14/08, às 16h, no Lambedor – Comunidade do Lambedor, em Lagoa Grande, ambos durante o aclamado festival Aldeia do Velho Chico. Em seguida, Histórias bordadas em mim aporta no Recife, onde cumpre temporada de 19 de agosto a 26 de setembro, no Espaço O Poste Soluções Luminosas, sempre as sextas-feiras, às 20h. Os ingressos  no Espaço O Poste serão vendidos no valor de R$ 15, para estudantes, professores e idosos, e R$ 30, público em geral. Informações: (81) 8768-5804(Oi) / (81) 9505-4201 (Tim)

A produção da peça não conta com nenhum patrocínio público ou privado. Nesse projeto, a atriz, com trajetória de sucesso junto ao grupo O Poste Soluções Luminosas, dá o primeiro passo  de forma independente. Ela experimenta outro tipo de proposta cênica e de interpretação, a qual se distancia do que o público está acostumado a ver. Assim, consegue se reinventar para além do Teatro Físico, estilo que embasou a sua prática como artista da cena nos últimos 8 anos.  A partir do dia 19 de agosto, a encenação chegará ao Recife em curta temporada. A obra é o primeiro trabalho solo da premiada artista que promete compartilhar fatos da própria vida com a plateia. Como alternativa de arrecadação de fundos para a realização do espetáculo, foi criada uma campanha no site Catarse, plataforma de incentivo coletivo, no dia 19 de junho deste ano. Os interessados podem contribuir doando qualquer quantia até o dia 18 de agosto. Embora as dificuldades sofridas em um período de crise financeira, a qual assombra o mercado cultural brasileiro, Agrinez defende: "não vou desistir desse sonho. Estou custeando o que posso, e acredito no incentivo coletivo".

Em tempos de exposição pessoal em narrativas autobiográficas expostas no facebook e o surgimento de youtubers, Agrinez Melo aposta na sua intimidade para conquistar o público. Na encenação, música e poesia ajudam a atriz narrar situações reais em tom aconchegante. São histórias da infância mescladas com momentos atuais, amores, dores e conquistas. Tudo isso para proporcionar um resgate no que há de mais humano: a fé no amor e a possibilidade de resignificar os acontecimentos vivenciados em um passado ainda presente, persistente.

O espetáculo está fundamentado na aproximação das pessoas pela ancestralidade e oralidade. Segundo Agrinez Melo, o ato de contar histórias gera empatia. "As histórias narradas, tão minhas, também serão do outro, pois se assemelham a diversas pessoas. A peça pode ser uma possibilidade de mudar algo na vida, transformar um olhar, ou simplesmente um convite de partilha", explica.

O novo projeto desvela uma Agrinez empreendedora e multiartista. Além de intérprete, ela assume a produção, direção, dramaturgia, figurino e cenografia. A encenação inova na relação com os demais profissionais envolvidos, que estão presentes no projeto como consultores. Exemplo disso é a dramaturga Ana Paula Sá que assume a função de assessora em dramaturgia. Outros nomes de peso da cena local como Samuel Santos, Quiercles Santana e Nazaré Sodré também se unem como consultores do projeto.

Serviço
Histórias bordadas em mim - Festival Aldeia do Velho Chico
13/08 às 21h - Palco alternativo do Sesc Petrolina 
14/08 às 16h - Comunidade Quilombola do Lambedor (Lagoa Grande)
15/08 às 18h - Céu das Águas

Histórias bordadas em mim - Temporada Recife

De 19 de agosto a 26 de setembro
Espaço O Poste Soluções Luminosas - Rua da Aurora, 529, Boa Vista
Todas as sextas, às 20h
Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (estudantes, professores e idosos)



SOBRE AGRINEZ MELO
A atriz Agrinez Melo é formada em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Pernambuco. Foi  contemplada com o prêmio de melhor atriz no Festival de Teatro de Natal (2010); conquistou o prêmio de melhor atriz coadjuvante no Janeiro de Grandes Espetáculos por duas vezes, em 2011 e 2014, respectivamente. Desde 2008, integra um dos grupos teatrais mais proeminentes do estado, O Poste Soluções Luminosas. Ainda como estudante na UFPE, teve contato com o Teatro Antropológico ao participar de aulas com o professor Roberto Lúcio, mas em 2008 se aprofundou com mais propriedade unindo pesquisa com imaginario dos orixás e praticas corporais com Samuel Santos e o teatro fisico. Em 2014, realizou uma residência em Brasilia com o pesquisador e diretor de teatro, o italiano Eugênio Barba, um dos nomes mais fortes das artes da cena na atualidade. 

Cronologia das premiações 
2010 - Recebe prêmio de melhor atriz com o espetáculo Cordel do amor sem fim - Festival de Teatro de Natal;

2011 - Conquista o prêmio de melhor atriz coadjuvante com o espetáculo Cordel do amor sem fim - Janeiro de Grandes Espetáculos;

2014 - Mais uma vez, é agraciada  com prêmio de melhor atriz coadjuvante  com o espetáculo Anjo Negro - Janeiro de Grandes Espetáculos.


FICHA TÉCNICA
Atuação, Produção, Dramaturgia, Figurino, Cenografia e Direção: Agrinez Melo
Assessoria em Dramaturgia: Ana Paula Sá
Assessoria em Direção: Naná Sodré, Quiercles Santana e Samuel Santos
Concepção Musical e Sonoplastia: Cacau Nóbrega
Assessoria em toadas: Maria Helena Sampaio (YaKêkêrê do Terreiro Ilê Oba Aganju Okoloyá)
Maquiagem: Vinicius Vieira
Aderecista: Álcio Lins
Cenotécnico: Felipe Lopes
Foto, Áudio e Filmagem: Lucas Hero
Direção e edição de vídeo: Taciana Oliveira (Zest Artes e Comunicação)
Assistente de produção: Nayara Oliveira
Designer: Curinga Comuniquê
Assessoria de imprensa: Luciana Torreão

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga