Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » Em São Paulo, Paulo Câmara critica subfinanciamento da saúde


folha limoeiro 08:57:00 0


Durante o lançamento do IBROSS, o governador destacou as responsabilidades repassadas aos Estados e municípios na área sem a realização de contrapartidas


SÃO PAULO - O governador Paulo Câmara prestigiou, nesta quinta-feira (24.11), no auditório do Hospital Santa Catarina, em São Paulo, o lançamento do Instituto Brasileiro das Organizações Sociais de Saúde (IBROSS), entidade representativa das OSS - instituições filantrópicas do Terceiro Setor. O evento contou também com a presença dos governadores Geraldo Alckmin (SP), Rodrigo Rollemberg (DF) e Marconi Perillo (GO). Na ocasião, o gestor pernambucano destacou a sequência de obrigações na área repassadas pela União, ao longo dos últimos anos, aos Estados sem devida compensação financeira.

"A saúde pública é um dos maiores desafios brasileiros. Eu não tenho dúvida de que os Estados e municípios brasileiros, com o passar dos anos, assumiram uma responsabilidade enorme com a saúde sem ter a contrapartida necessária de recursos. É só ver hoje o subfinanciamento do SUS (Sistema Único de Saúde) e o que se gasta nos Estados e municípios com saúde pública", registrou Paulo Câmara, em sua fala para os participantes do evento. 

Somente em 2016, o Governo de Pernambuco investirá R$ 4,394 bilhões na área da saúde, o que representa 15,46% de todo o orçamento do Estado. O percentual supera o mínimo constitucional, que é de 12%. O emprego destes recursos, ao longo dos últimos dez anos, permitiu a entrega de novos equipamentos à população e a requalificação de toda a rede existente. "Tivemos a coragem para construir e, ao mesmo tempo, fazer com que as unidades funcionassem de maneira efetiva. Hoje, Pernambuco tem 31  instituições administradas por organização social - sete hospitais, nove UPAEs e 15 UPAs. E ainda 50% das residências médicas são feitas pelas organizações sociais", detalhou o governador. 

Paulo Câmara também frisou a importância de os governantes contarem com uma entidade como o IBROSS, no sentido de ajudar a fortalecer o SUS e melhorar os serviços da saúde pública no País. "A gente está sempre buscando mais eficiência e parcerias, onde se otimize o pouco recurso diante de um conjunto de desafios para se fazer uma saúde pública melhor em nosso País. E o IBROSS é um importante parceiro, que terá, cada vez mais, um papel fundamental nesse processo constante de melhora da nossa rede pública de saúde", ressaltou.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga