Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » Delator Cláudio Mello Filho atuava pela Odebrecht junto ao Congresso


folha limoeiro 20:00:00 0

Em depoimento de 82 páginas, diretor da Odebrecht revela como participou, o que disse aos envolvidos e o que a empresa recebeu em troca.

Depois que o Jornal Nacional revelou na sexta-feira (9) o acordo de delação premiada de um dos ex-diretores da Odebrecht, nesta edição você verá os detalhes do depoimento dele.
Cláudio Melo Filho entrou na Odebrecht há 27 anos e passou 12 deles trabalhando em Brasília.
Era o responsável pela atuação da empresa junto ao Congresso Nacional e homem de confiança de Marcelo Odebrecht.
O depoimento tem 82 páginas e é narrado em primeira pessoa, ou seja, o ex-diretor da Odebrecht confessa como participou, o que disse aos envolvidos e o que a empresa recebeu deles em troca.
Em março, Cláudio Melo Filho foi levado para depor na Operação Xepa, que descobriu o setor exclusivo para pagamento de propinas, que a Odebrecht chama de departamento de operações estruturadas. Cláudio Melo Filho está em liberdade.
Cláudio Melo Filho entrou na Odebrecht como estagiário, em 1989. Tem 49 anos. É administrador de empresas. Trabalhou em obras da Odebrecht em Goiás e no metrô do Distrito Federal.
Em 2004, assumiu a diretoria de relações institucionais da construtora, substituindo o pai, Cláudio Melo.
Foi o pai que o apresentou a alguns dos políticos com os quais se relacionaria durante 12 anos. Cláudio Melo Filho era o responsável pela atuação da Odebrecht junto ao Congresso Nacional.
No acordo de delação premiada, Cláudio conta que dava prioridade às relações com políticos com grande influência no Congresso e também identificava o que chamou de promissores - políticos em ascensão, que, no futuro, poderiam defender os interesses da empresa.
Em março, Cláudio Melo Filho foi levado para depor na Operação Xepa, que descobriu o setor exclusivo para pagamento de propinas na Odebrecht.
Em maio, o Ministério Público Federal o denunciou na Operação Vitória de Pirro, sob acusação de oferecer R$ 5 milhões ao ex-senador Gim Argello para blindar executivos da Odebrecht na CPI da Petrobras. Mas o juiz Sérgio Moro avaliou que as evidências contra Claudio Melo eram fracas e não aceitou a denúncia.
Fonte:Jornal Nacional
Leia mais :http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2016/12/delator-claudio-mello-filho-atuava-pela-odebrecht-junto-ao-congresso.htmlDepois%20que%20o%20Jornal%20Nacional%20revelou%20na%20sexta-feira%20(9)%20o%20acordo%20de%20dela%C3%A7%C3%A3o%20premiada%20de%20um%20dos%20ex-diretores%20da%20Odebrecht,%20nesta%20edi%C3%A7%C3%A3o%20voc%C3%AA%20ver%C3%A1%20os%20detalhes%20do%20depoimento%20dele.%20Cl%C3%A1udio%20Melo%20Filho%20entrou%20na%20Odebrecht%20h%C3%A1%2027%20anos%20e%20passou%2012%20deles%20trabalhando%20em%20Bras%C3%ADlia.%20Era%20o%20respons%C3%A1vel%20pela%20atua%C3%A7%C3%A3o%20da%20empresa%20junto%20ao%20Congresso%20Nacional%20e%20homem%20de%20confian%C3%A7a%20de%20Marcelo%20Odebrecht.%20O%20depoimento%20tem%2082%20p%C3%A1ginas%20e%20%C3%A9%20narrado%20em%20primeira%20pessoa,%20ou%20seja,%20o%20ex-diretor%20da%20Odebrecht%20confessa%20como%20participou,%20o%20que%20disse%20aos%20envolvidos%20e%20o%20que%20a%20empresa%20recebeu%20deles%20em%20troca.%20Em%20mar%C3%A7o,%20Cl%C3%A1udio%20Melo%20Filho%20foi%20levado%20para%20depor%20na%20Opera%C3%A7%C3%A3o%20Xepa,%20que%20descobriu%20o%20setor%20exclusivo%20para%20pagamento%20de%20propinas,%20que%20a%20Odebrecht%20chama%20de%20departamento%20de%20opera%C3%A7%C3%B5es%20estruturadas.%20Cl%C3%A1udio%20Melo%20Filho%20est%C3%A1%20em%20liberdade.%20Cl%C3%A1udio%20Melo%20Filho%20entrou%20na%20Odebrecht%20como%20estagi%C3%A1rio,%20em%201989.%20Tem%2049%20anos.%20%C3%89%20administrador%20de%20empresas.%20Trabalhou%20em%20obras%20da%20Odebrecht%20em%20Goi%C3%A1s%20e%20no%20metr%C3%B4%20do%20Distrito%20Federal.%20Em%202004,%20assumiu%20a%20diretoria%20de%20rela%C3%A7%C3%B5es%20institucionais%20da%20construtora,%20substituindo%20o%20pai,%20Cl%C3%A1udio%20Melo.%20Foi%20o%20pai%20que%20o%20apresentou%20a%20alguns%20dos%20pol%C3%ADticos%20com%20os%20quais%20se%20relacionaria%20durante%2012%20anos.%20Cl%C3%A1udio%20Melo%20Filho%20era%20o%20respons%C3%A1vel%20pela%20atua%C3%A7%C3%A3o%20da%20Odebrecht%20junto%20ao%20Congresso%20Nacional.%20No%20acordo%20de%20dela%C3%A7%C3%A3o%20premiada,%20Cl%C3%A1udio%20conta%20que%20dava%20prioridade%20%C3%A0s%20rela%C3%A7%C3%B5es%20com%20pol%C3%ADticos%20com%20grande%20influ%C3%AAncia%20no%20Congresso%20e%20tamb%C3%A9m%20identificava%20o%20que%20chamou%20de%20promissores%20-%20pol%C3%ADticos%20em%20ascens%C3%A3o,%20que,%20no%20futuro,%20poderiam%20defender%20os%20interesses%20da%20empresa.%20Em%20mar%C3%A7o,%20Cl%C3%A1udio%20Melo%20Filho%20foi%20levado%20para%20depor%20na%20Opera%C3%A7%C3%A3o%20Xepa,%20que%20descobriu%20o%20setor%20exclusivo%20para%20pagamento%20de%20propinas%20na%20Odebrecht.%20Em%20maio,%20o%20Minist%C3%A9rio%20P%C3%BAblico%20Federal%20o%20denunciou%20na%20Opera%C3%A7%C3%A3o%20Vit%C3%B3ria%20de%20Pirro,%20sob%20acusa%C3%A7%C3%A3o%20de%20oferecer%20R$%205%20milh%C3%B5es%20ao%20ex-senador%20Gim%20Argello%20para%20blindar%20executivos%20da%20Odebrecht%20na%20CPI%20da%20Petrobras.%20Mas%20o%20juiz%20S%C3%A9rgio%20Moro%20avaliou%20que%20as%20evid%C3%AAncias%20contra%20Claudio%20Melo%20eram%20fracas%20e%20n%C3%A3o%20aceitou%20a%20den%C3%BAncia.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga