Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » PRODUTORES CULTURAIS DE TODO ESTADO TERÃO RECURSOS PRA INCENTIVAR SEUS PROJETOS!


folha limoeiro 19:59:00 0


O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e Fundarpe, lançou no ultimo dia 28 de Dezembro a edição 2016/2017 do Edital FUNCULTURA INDEPENDENTE, que vai incentivar com R$ 17,5 milhões a produção, a difusão, a pesquisa e a formação nas seguintes linguagens artísticas e áreas culturais: Artesanato; Artes plásticas e gráficas; Circo; Cultura popular; Dança; Design e Moda; Fotografia; Gastronomia; Literatura; Ópera; Patrimônio; e Teatro. Existe ainda a categoria Artes integradas, que possibilita projetos que promovam o diálogo entre diferentes linguagens.
As inscrições de projetos acontecem de 02 à 31 de março de 2017. As propostas poderão ser protocoladas, no horário das 8h às 12h, na sede da Fundarpe, ou enviadas pelos correios, via SEDEX, desde que postado até o dia 31 de março.
No site está descrita toda forma e condições pra participar da seleção pública, sendo pessoa física ou jurídica, desde que inscrita regularmente no Cadastro de Produtor Cultural (CPC). Para o Edital Funcultura Geral e da Música 2016/2017 podem se inscrever ou atualizar o CPC até 24 de fevereiro, na sede da Fundarpe ou com envio de documentos pelos Correios.
Nessa ultima edição, produtores culturais de todo estado tiveram êxito com suas propostas. Dos 1.561 projetos inscritos em 2016, apenas 293 foram contemplados, e Limoeiro conseguiu ter uma representatividade mínima com dois produtores Culturais, Cláudia Correia e Marcos Antônio. Entra para o terceiro ano consecutivo que esses produtores aprovaram projetos no FIC – Fundo de Incentivo a Cultura. “O mais recente foi o “PROJETO RAIZ” que vai para sua segunda edição em 2017 e que nesse ultimo ano contou com parceiras. Em outras edições, projetos como “indumentária do Boi Pavão”, Calu Mulher - Resgatando a Tradição e o Projeto Raiz”, também foram contemplados. E para esse ano outros dois projetos também serão executados.”, afirma o ator e produtor cultural,  Marcos Antônio, que acrescenta ainda ”Seria importante que o poder público o municipal, pudesse garantir e dar condições para que outros grupos e produtores culturais tivessem um suporte mínimo no que diz respeito a capacitação e ao acompanhamento nas elaborações dos seus projetos, isso só, já seria um diferencial entre os outros municípios, para terem um resultado satisfatório nas propostas avaliadas. Sabemos que nossa cultura tem qualidade e também variedade, porém, faltam profissionais compromissados com essa causa para conseguir através da elaboração de projetos, recursos existentes para a cultura a nível estadual, federal, e em breve, também a nível municipal, já que o nosso Sistema Municipal de Cultura esta formado, e esta necessidade também está presente no nosso Plano de Cultura, a Lei Zácaras Garcia.”
As novidades para 2017 serão os percentuais de cotas, em 20% para aprovação de projetos de diretores e roteiristas negros/as e indígenas, pontuação diferenciada para mulheres e a reservas de aprovação e pontuação diferenciada para projetos de proponentes do interior do Estado. Os valores para os editais do Funcultura passarão a ser garantidos por lei, após aprovação, na Alepe, do projeto de lei encaminhado pelo Governo do Estado, que amplia a lei do SIC, criando novos mecanismos de incentivo, como o Microprojeto Cultural e o Mecenato. O orçamento anual mínimo para o Funcultura, a partir de 2017, ficará em R$ 36 milhões.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga