Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » Moradores Rebentam os meios fios em virtude do alagamento de residencias que provocou o novo calcamento


folha limoeiro 22:51:00 0

Os Calçamentos das Ruas do Alecrim e Rua do Oiti, hoje Rua (dona Dulce) foram inaugurados no último domingo (9), mas parte do calçamento da Rua do Alecrim por traz do colégio Nossa Senhora dos Anjos, em virtude de ter ficado mais alto que as casas em alguns lugares, não suportou o volume das chuvas caídas nesta quinta-feira (13).

Segundo a Assessoria de imprensa em resposta ao amigo Alfredo Neto no grupo da imprensa, o calçamento teria rebentado por falta do tempo de cura e entulho que teria obstruído a bueira por isso não aguentou o volume das chuvas. Mas na verdade o Calçamento não rebentou com as chuvas, como diz a nota enviada no grupo da impressa em resposta ao amigo Alfredo neto.

O que aconteceu na verdade segundo moradores, é que o inicio do calcamento ficou mais alto que as casas e a drenagem não foram feitas corretamente, fazendo com que o calçamento em alguns lugares, os meios fios formaram verdadeiras barragens evitando que a água escoassem para o bueiro é com as fortes chuvas tudo ficou alagado.

Foi ai que os moradores tomaram a decisão de arrancar os meios fios nos locais em que a agua não escoavam para o Bueiro. Uma das casas ficou literalmente alagada por isso os moradores tomaram a decisão só assim a agua conseguiu escoar para a bueira, eliminando o alagamento. Tudo isso aconteceu apenas há quatro dias depois da inauguração.

Segundo informações dos moradores no dia da inauguração ainda tinha trabalhador colocando paralelo e meio fio e se você observar a foto, ainda tinha no dia da chuva madeiras presa a parte de cimento armado próximo a bueira.  Segundo um dos moradores que ajudou a derrubar os meios fios é que a empresa não fez uma drenagem para a agua que vinha de cima escoasse para a bueira além de deixar o calçamento mais alto que as casa, sendo assim a agua invadiu uma das casas com o alagamento e o ultimo recurso foi à retirada de parte dos meios fios para que a agua corresse livremente.

Esta foi à resposta do departamento de imprensa ao amigo Alfredo neto do Blog do Agreste.

“Foi um bueiro que estourou com muita sujeira descendo e fez com que a água passasse por cima do calçamento, como não teve tempo ainda de cura do calçamento, essa parte quebrou. A empresa já esteve ontem no local e na segunda feira vai repor. Por conta da empresa”.

A obra custou ao município R$ 135.830,00 com previsão de 60 dias para conclusão. A empresa vencedora da licitação na modalidade de carta-convite foi MC Construção e Jardinagem Ltda.




«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga