Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » Da Pedra a vidraça, conheça os contras e prós da nova gestão municipal Limoeirense com relação as festividade Juninas


folha limoeiro 11:28:00 0



Esta matéria que vamos abordar hoje trata-se do contraste de nova gestão com a antiga e trata principalmente do termo eu era pedra e hoje sou vidraça. Para quem bem lembra o São João de Limoeiro há alguns anos vem sendo destaque em toda região e isso se deu após Ricardo Teobaldo (ex-prefeito de Limoeiro e atual Deputado Federal) assumir a prefeitura de Limoeiro. 

Desde o inicio de sua gestão que ele vem trazendo grandes nomes do cenário nacional e aqui podemos citar alguns deles; Zezé de Camargo e Luciano, Jorge e Mateus, Wesley safadão, Henrique e Juliano, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, Fábio Junior, Jorge e Mateus, Roberta Miranda, José Augusto, Gabriel Diniz, Ivete Sangalo, Claudia Leite,dentre outros e isso se estendeu até o mandato de Thiago Cavalcanti (ex-vice-prefeito e ex-prefeito de Limoeiro), onde os grandes nomes vieram a Limoeiro.

Durante este período muito se criticou o alto valor gasto nestas festividades. Uns dos que mais criticaram foi o atual Prefeito de Limoeiro Joãozinho que em 2016 falou horrores do alto cachê pago a Safadão. Na época, Ricardo/Tiago figuravam como vidraça e Joãozinho como pedra e ele as atiravam para todos os lados criticando esse rio de dinheiro gastos e pregando que o melhor era investir nos Festejos Juninos de Bairros. Agora que é prefeito de Limoeiro, Joãozinho teve que mudar seu discurso, ou por conta própria ou forçado, pois esta mantendo o mesmo estilo de festa que ele tanto criticou em anos passados. 

Recentemente ele enviou junto a Diretoria de Imprensa uma nota falando que não teria condições de ajudar em festividades de escolas e secretárias. Os Forrós dos Bairros  e interiores teriam um corte de ajuda já que o São João da Cidade consumiu uma boa parte do dinheiro. Muitos se perguntam e perguntam a nossa reportagem; Como você critica tanto uma coisa e faz igual? Há quem divida opiniões, sobre o tamanho do evento e há também quem ajude a vidraça a não se quebrar com as pedras jogadas. Criticar tanto o show de safadão e trazer ele para cantar e um tanto quanto confuso. Seria igual eu falar mal de uma marca e usar ela assim mesmo, relatou uma de nossas leitoras. 

Os festejos Juninos de Bairros precisam sim serem olhados e com bons olhos, afinal nem todos os moradores da cidade curtem o São João dos agrandes astros, há os que preferem aquela bandinha mais singela e perto de sua casa. Orçado em cerca de 2,5 a 3 milhões este é sem duvida um dos maiores festejos Juninos de Limoeiro, mas também é um dos que mais se gerou comentários, bons e ruins. No mesmo esquema; Parque de Exposição, Camarote, Safadão, Bebida do patrocinador e festividade na Rua da Alegria. Isso nos lembra 2016, onde tudo foi anunciado como em 2017 e para completar até o Sal e Brasa foi usado, lembrou Maria José em conversa a nossa reportagem. 

Não vamos aqui levantar criticas ou algo do tipo, esta matéria é apenas para comparar o choque de gestão com relação aos duas gestões. Que sirva de lição para todos; Jamais devemos criticar aquilo que não conhecemos mais a fundo, afinal as vezes o outro faz uma coisa , não por quê quer, mas por que é a melhor opção no momento.  Um ponto positivo das duas gestões foi o resgate do São João da Rua da Alegria. Na atual gestão de Joãozinho, a Rua da Alegria ganhou um destaque ainda maior e isso foi bastante elogiado pelos moradores daquela localidade. 

Com tantos contrastes de festividades, só nos resta esperar para ver nossa Cidade ser destaque mais uma vez na Imprensa nacional.

Texto:Marcio Wanderley
Fonte:Coisas da Vida

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga