Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » PE: Dona de pet shop com suspeita de raiva humana foi mordida por gato e não tomou vacina


folha limoeiro 22:48:00 0


É grave o estado de saúde da paciente Adriana Vicente, de 35 anos, internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Universitário Oswaldo Cruz, no bairro de Santo Amaro, no Recife, com suspeita de raiva humana. A irmã gêmea dela, Juliana Vicente, contou que Adriana, que mora na Avenida Manoel Borba e é dona de um pet shop na Rua da Soledade, teria sido mordida por um gato de rua nas imediações do Oswaldo Cruz. "Ela foi chamada para socorrer o animal que estaria com suspeita de envenenamento e, quando se agachou para pegá-lo, foi mordida na mama. O gato morreu em seguida. O caso dela é muito grave, quanto mais perto da cabeça o ferimento, mas sério", acrescenta.

Juliana disse ainda que a irmã não contou a família sobre o incidente e que, depois de começar a passar mal, chegou a ser levada para o Hospital Psiquiátrico da Tamarineira, quando teria relatado ter sido mordida e não ter tomado a vacina. "É preciso alertar a população. Os gatos que estão no local também podem estar infectados. A população precisa ter cosciência e tomar a vacina. Isso é um caso de saúde pública", alertou Juliana, inconformada. A paciente foi submetida a exames para confirmar o diagnóstico.

De acordo com a diretoria do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc/UPE), o caso da paciente, que veio encaminhada de outro serviço, o Hospital Agamenon Magalhães (HAM), com suspeita de raiva humana, está sendo investigado, mas não foi confirmado. "Os exames necessários ao diagnóstico foram enviados ao Lacen e estão a caminho de  São Paulo, onde serão realizados. 
Não há data específica para os resultados chegarem. A paciente chegou ao nosso serviço em 26/06 já em estado muito grave e assim permanece, com alto risco de morte. A suspeita da doença é devido ao contato da paciente com um gato", diz a nota.

Segundo a assessoria de Comunicação Social da Secretaria Estadual de Saúde, o último caso de raiva humana em Pernambuco foi registrado em 2008, no município de Floresta, no Sertão do estado. A transmissão foi por um morcego. Por cão, o último caso foi em 2006. A doença pode ser transmitida por cães, gatos, morcegos e saguis.

Contaminado aos 16 anos após ser mordido por um morcego hematófago, Marciano Menezes da Silva ficou internado no Oswaldo Cruz até  setembro de 2009. O caso tornou-se referência internacional para o tratamento da doença. O jovem hoje com 24 anos, teve sequelas como dificuldade para andar, falar e crises convulsiva. Foi o primeiro brasileiro e o terceiro no mundo a ser curado da raiva humana.

A Secretaria de Saúde do Recife informou que a vacina anti-rabica está concentrada na cidade nos postos de saúde Lessa de Andrade, na Madalena, e Barros Lima, em Casa Amarela. Recife recebia cerca de duas mil doses, com a escacez, passou a receber apenas 200. (Via: Diário de PE)

Matéria relacionada:

Blog: O Povo com a Notícia

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga