Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » Dia Mundial da Saúde Ocular reforça a importância da prevenção


folha limoeiro 21:52:00 0




A data 10 de julho marca o Dia Mundial da Saúde Ocular. Dentre os principais objetivos estão repassar informações sobre os cuidados com os olhos e reforçar a importância da prevenção para identificar e tratar precocemente doenças como catarata e glaucoma.  

Dentre os hábitos que colaboram para manter a saúde dos olhos, destacam-se higiene e proteção. Lavar sempre as mãos antes e depois do contato com os olhos, usar óculos escuros para se proteger da radiação solar e proteger os olhos de faíscas, objetos pontiagudos e cortantes são algumas precauções. “Somamos a isso a importância da consulta regular para a realização de exames específicos e não utilizar colírios, óculos ou lentes de contato sem prescrição médica”, reforça a oftalmologista Bruna Ventura, do Hospital de Olhos de Pernambuco (HOPE).

Os cuidados com a saúde ocular começam na infância. Além do teste do olhinho – que previne e diagnostica doenças como a retinopatia da prematuridade, catarata congênita, glaucoma e infecções – é fundamental que o bebê passe pela consulta oftalmológica a cada seis meses nos dois primeiros anos de vida e pelo menos uma vez ao ano após esse período. “Os problemas na visão podem prejudicar o desenvolvimento da criança e seu desempenho escolar. Sintomas como dores de cabeça também precisam ser relatados ao oftalmologista, pois podem indicar miopia, hipermetropia e ceratocone”, destaca.   
 
A recomendação da consulta anual também se aplica aos adultos, com ou sem a presença de sintomas. “É sempre bom lembrar que o sucesso no tratamento tem relação direta com o diagnóstico precoce”, enfatiza a oftalmologista. Doenças pré-existentes, como hipertensão e diabetes, também podem provocar o aparecimento de doenças oculares e requerem acompanhamentos regulares. “Em todos os casos, é importante ter conhecimento do histórico familiar, pois ele é, na maioria das vezes, um indicador do risco aumentado para determinadas doenças”, finaliza.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga