Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » Saiba como identificar e tratar a Síndrome do Olho Seco


folha limoeiro 23:00:00 0



Se seus olhos apresentam constantemente coceira, vermelhidão, ressecamento, ardor e sensibilidade à luz, pode se tratar da Síndrome do Olho Seco. Ela é provocada por alterações na composição ou produção das lágrimas, o que prejudica a lubrificação dos olhos. Além disso, a lágrima também é responsável por nutrir e proteger as estruturas oculares externas, como a córnea e a conjuntiva. “É importante estar atento aos sintomas e a frequência com que eles aparecem, pois além do desconforto, se não for tratada corretamente, a Síndrome do Olho Seco pode provocar lesões na córnea”, explica o oftalmologista Lucio Maranhão, do Hospital de Olhos de Pernambuco (HOPE).  

Além de problemas na composição da lágrima ou produção insuficiente, fatores externos como poluição, excesso de exposição ao sol e uso constante de computador e televisão também podem causar a Síndrome do Olho Seco. O diagnóstico é feito por avaliação clínica, mas alguns exames podem ajudar a avaliar o nível da produção de lágrimas, como o teste de Shirmer.

O tratamento vai desde a prescrição de colírios lubrificantes até cirurgia para o fechamento dos dutos lacrimais que drenam as lágrimas, para evitar a perda. “Cada caso é avaliado individualmente, com suas causas e sintomas, para, então, ser definido o melhor tratamento”, diz o médico.  

Como prevenção, é possível adotar alguns hábitos: descansar os olhos após o uso de aparelhos eletrônicos como tablets e celulares; ajustar a altura da tela do computador; piscar com mais frequência, para ajudar na lubrificação dos olhos; hidratar-se; evitar a exposição à fumaça e fazer a higiene dos olhos corretamente. “Outro cuidado é investigar, com a ajuda médica, se a Síndrome do Olho Seco é sintoma de doenças como a blefarite, que é uma inflamação na região dos cílios que obstrui a glândula lacrimal e, com isso, pode ressecar os olhos”, completa.  

Por:Lidiane Dias

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga