Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » Urologista x Nefrologista: entenda o papel de cada especialista


folha limoeiro 21:34:00 0

QUAL A DIFERENÇA ENTRE UROLOGISTA E NEFROLOGISTA?QUANDO PROCURAR O UROLOGISTA?QUANDO AS MULHERES DEVEM SE CONSULTAR COM UM UROLOGISTA?QUANDO CONSULTAR UM NEFROLOGISTA?O UROLOGISTA E O NEFROLOGISTA PODEM TRABALHAR EM CONJUNTO?


Tanto o urologista quanto o nefrologista tratam de doenças relacionadas aos rins, mas você sabe para qual deles agendar uma consulta quando tem algum problema renal?

Neste post, vamos apresentar uma série de informações sobre a diferença entre urologista e nefrologista. Ao final, você saberá como essas duas especialidades médicas atuam e quando você deve procurar cada uma delas. Confira!

Qual a diferença entre urologista e nefrologista?

O urologista é um médico que passou pela residência em cirurgia e se especializou em urologia, ou seja, ele é um cirurgião urológico. Assim, as doenças que acometem os rins e precisam de tratamento cirúrgico serão atendidas por esse especialista.

O nefrologista é um especialista clínico. Esse profissional passou pela residência em clínica médica e se especializou em nefrologia. Ele atende aquelas condições em que a doença renal não tem indicação cirúrgica, mas precisa de um acompanhamento clínico especializado e tratamento medicamentoso.

Quando procurar o urologista?

É comum associar o urologista ao médico que trata apenas da saúde reprodutiva masculina — assim como o ginecologista trata das mulheres.

No entanto, o urologista é especialista em todos os órgãos do trato urinário — o que inclui rins, bexiga, ureteres, uretra, próstata e genitália masculina.

Para os homens, a recomendação é que seja feita ao menos uma visita por ano ao urologista — a exemplo das consultas femininas de rotina ao ginecologista — independentemente da faixa etária, para prevenir doenças urológicas.

Entre os 15 e os 35 anos, as maiores preocupações com a saúde dos homens devem ser as doenças sexualmente transmissíveis e o câncer de testículos. A partir dos 40 anos, a atenção especial é para a prevenção contra o câncer de próstata.

Quando as mulheres devem se consultar com um urologista?

As mulheres devem procurar o urologista sempre que apresentarem problemas urológicos, tais como, incontinência urinária e infecção urinária, especialmente as de repetição — quando um acompanhamento urológico pode ser necessário para avaliar os riscos de câncer de bexiga, por exemplo.

É comum que as mulheres consultem um ginecologista quando apresentam sintomas dessas doenças, mas o urologista é o especialista mais indicado para tratar dessas condições.

Quando consultar um nefrologista?

O nefrologista é o médico que cuida especificamente das doenças ligadas aos rins, como a insuficiência renal — que tenha como causa o diabetes, a hipertensão arterial, doenças císticas e outros males que comprometem o funcionamento dos rins —, cálculos renais recorrentes e que não precisam de cirurgia, além de infecção urinária de repetição.

Você deve procurar o nefrologista se tiver algum dos seguintes sintomas:

alteração no volume da urina;
edemas e inchaços;
urina com espuma avermelhada;
mais de três episódios de infecção urinária;
alterações nas taxas de creatinina e minerais no sangue;
cálculo renal mais de uma vez.
O nefrologista também é o profissional responsável pelo acompanhamento clínico de pacientes que passaram por transplante renal e precisam de tratamento não cirúrgico para câncer nos rins.

O urologista e o nefrologista podem trabalhar em conjunto?

Na verdade é muito comum que o urologista e o nefrologista trabalhem em conjunto para garantir o bem-estar do paciente e um atendimento mais integral.

Um bom exemplo dessa parceria ocorre em pacientes que apresentam pedras nos rins (cálculo renal). Quando as pedras são relativamente grandes — a ponto de não poderem ser expelidas naturalmente pelo organismo —, elas precisam ser retiradas cirurgicamente, e esse trabalho é feito pelo urologista.

No entanto, a cirurgia não é a melhor indicação quando o quadro se repete várias vezes. Nesses casos, o paciente também deve ser acompanhado pelo nefrologista com o objetivo de identificar se há outras causas para o surgimento dos cálculos renais frequentes.

Além disso, é comum que os dois especialistas encaminhem o paciente para o colega da outra especialidade quando o caso assim o exigir.

Agora que você já sabe a diferença entre urologista e nefrologista, visite nossa página e marque sua consulta com o urologista ou o nefrologista.


«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga