Select Menu
Select Menu
Image and video hosting by TinyPic

Noticias de ultima horas

Cidade

Noticias da Região

EDUCAÇÃO E SAUDE

CULTURA E ESPORTE

Mundo e Brasil

Estado

Politica

CÂMARA DE VEREADORES DE LIMOEIRO

» » Vereador Robertinho Galvão em discurso acalourado falar de seu direito e obrigação com o dinheiro publico e com os Limoeirenses


folha limoeiro 22:17:00 0

O vereador Robertinho Galvão, transcreveu para as redes sociais parte do seu discurso nos cincos minutos finais, da ultima sessão da Casa Professor Agripino de Almeida (Câmara Municipal de Vereadores de Limoeiro).

Um discurso de certa forma um desabafo e revolta, com as atitudes de alguns secretários municipais, que estiveram nas rádios locais ou a Radio! Onde os mesmos acabaram falando coisa que não deveriam com relação as Blitz dos vereadores de oposição nas creches e escolas do município.

Onde os secretários acabaram falando e recriminando um direto e obrigação dos vereadores que Lesgilar e fiscalizar onde e investido o dinheiro publico. Como ele bem falou em seu discurso, “se alguém não fez no passado é um problema de quem não fez ou de quem não faz atualmente”. Mais e um direito e uma obrigação do vereador veja abaixo  o discurso do mesmo.

“Amigos de Limoeiro, quem conhece o meu estilo de trabalho, sabe do meu comportamento. Busco estar centrado e analisar os fatos com razão, deixando de lado a emoção. Minha vida pessoal e profissional assim sempre foi pautada. Analisando os recentes fatos, principalmente, depois da visita de fiscalização dos vereadores de oposição a alguns prédios do município, pude observar uma reação que não condiz com o verdadeiro papel do servidor público, ainda mais ocupante de cargo em comissão. As respostas dadas em rádios pelos secretários, mostram cada vez mais o grau de descontrole da gestão. Nós, vereadores, estamos apenas cumprindo o nosso papel, estamos fiscalizando o dinheiro do povo. Se A ou B não fez no passado, que possamos fazer diferente e correto. Será que fazer o nosso dever é proibido?

O tom de arrogância nas justificativas e ainda mais a falta de coragem de encarar a realidade, chegando ao ponto de indiretas, nos faz refletir para onde estamos caminhando com essa representação executiva. O tempo é de falar menos e fazer mais. Quero lembrar que nós não caímos de "paraquedas" em Limoeiro. Talvez, eles, secretários, não conheçam as nossas histórias de prestação de serviço antes do cargo de vereador, até porque conhecem muito pouco sobre o município. Muitos estão na função pela falta de espaço em suas cidades e pela conveniência do cargo. Nessas linhas quero mais uma vez alertar a sociedade sobre o dever de cada um em suas funções. Secretário, diretor e demais cargos tem que abrir o sorriso, atender bem e saber ser cobrado ou criticado, ainda mais quando o erro é notório, pois, contra fatos e fotos não há argumentos.


Limoeiro precisa e merece muito mais. Quero até sugerir e orientar, que a melhor resposta para o erro é buscar corrigir e não querer "maquiar" como está se tornando rotina. O meu compromisso é com o POVO. O meu compromisso é com LIMOEIRO. Em apenas 11 meses temos um raio x de mudanças de vários secretários, alguns deles pedindo a própria saída, retaliações com os vereadores da base, gerando, inclusive, rompimentos, além de outros fatos que são polêmicos. Bom, no mais, as ruas e esquinas da cidade revelam o nível de descontentamento de grande parte da população. Que o desejo de fazer o bem por Limoeiro seja maior do que o desejo do Poder. Deixo esse texto para sua reflexão. Fé na vida, fé no homem, fé no que virá”.disse o vereador

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga