Headlines

EDUCAÇÃO E SAÚDE

CÂMARA DE LIMOEIRO

CULTURA POLITICA E REGIÃO


» » Funcionario da Saude diz que assinou contrato de seis meses sem saber e não recebe ferias e terço de ferias em Limoeiro

Servidor Publica Municipal da saúde de Limoeiro, contratado vai a Radio e abre o verbo contra a administração atual.

Um funcionário que não quis se identificar, e teve sua voz Modificada pela emissora para proteger sua identidade do denunciante, o que a Lei Le garante o anonimato.
 O mesmo através de Telefone usou o espaço cedido pela Radio Jornal Limoeiro, que tem utilizado seus espaços jornalísticos com imparcialidades e pensando num bem comum do cidadão pernambucano, o jornalista Luiz Correia fez uma entrevista com o funcionário que chegou a falar em escravidão no trabalho.
 O funcionário pediu que o município honrasse com os direitos trabalhistas garantidos pelo regime da CLT no Brasil. O direito mais cobrado pelo funcionário foi o direto de 30 dias de férias apos um ano trabalhado, e o acréscimo em seus proventos do Terço de férias, o que é garantido pelos direitos trabalhistas. Segundo o funcionário denunciante tanto as férias quanto o terço de feria e a igualdade no abono familiar eram pagos pelas gestões passadas já que este ano os dos Estatuários (Efetivos) são diferentes dos deles.

 Segundo o mesmo, e vocês vão ouvir no áudio, quando ele afirma que seus contratos foram rescendidos em janeiro de 2017 e recontratado em fevereiro do mesmo ano. Mais os contratos foram dados pra que eles assinassem sem eles terem conhecimento que seriam contratos de seis meses, e que supostamente eles não teriam direito a feria por se tratar de salários de seis meses, mais segundo o senhor por eles serem leigos assinaram pensado ser igual nas gestões anteriores.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga