Headlines

EDUCAÇÃO E SAÚDE

CÂMARA DE LIMOEIRO

CULTURA POLITICA E REGIÃO


Conheça Limoeiro

» » Cirurgião plástico orienta homens sobre o excesso de mama

Um estudo realizado em 2016 pelo Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquéritos Telefônicos (Vigitel), divulgado pelo Ministério da Saúde, confirma que 53,8% dos brasileiros estão com excesso de peso, sendo em sua grande maioria homens.

Quando o homem tem excessos de pele, gordura e glândulas mamárias, inchaço do tecido mamário masculino causado, às vezes, por um desequilíbrio hormonal, naturalmente costumam perder a autoestima e muitas atividades do dia a dia se tornam um martírio, por ter que usar camisetas ou camisas mais justas.

Numa situação difícil, sempre surgem várias perguntas de como sanar esse problema e, a ginecomastia, que é uma interferência cirúrgica que retira o excesso gorduroso entre o músculo e o mamilo, é a solução do impasse. “Essas alterações variam entre pacientes, e tratam-se, na maioria das vezes, de um problema sem causa conhecida. Para obter o diagnóstico temos de avaliar a presença de um acréscimo predominante da glândula, a existência ou não de massas, qualidade da pele e o grau de mama”, explica o cirurgião plástico Raphael Sampaio.


“Fiz a cirurgia por questões estéticas e de saúde. O procedimento foi tranquilo. Minha recuperação foi de dois meses, e precisei de ajuda de um colete, que foi inserido depois da cirurgia, segundo o médico, o colete serve para que não haja amolecimento da pele. Sinto-me melhor, mais disposto e minha autoestima aumentou”, explica o jornalista Vinícius Sales. 

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga