Headlines

EDUCAÇÃO E SAÚDE

CÂMARA DE LIMOEIRO

CULTURA POLITICA E REGIÃO


Conheça Limoeiro

» » Sucateamento e falta de efetivo atinge 85% das delegacias, denunciam Silvio e Cysneiros


O sucateamento afeta a grande maioria das delegacias da Polícia Civil em Pernambuco. Atualmente, 85% das unidades do Estado não funcionam após as 18 horas, nos fins de semana e feriados, obrigando a população a realizar uma verdadeira peregrinação caso precisem de atendimento ou prestar um boletim de ocorrência nesses períodos.
Segundo dados do Conselho Nacional do Ministério Público, constante no estudo “O Ministério Público e o Controle Externo da Atividade Policial”, apenas 11 das 275 delegacias pernambucanas (4% do total) possuem efetivo policial suficiente para a realização plena das suas atividades. A situação fica abaixo da média do Nordeste (8,4%), sendo a segunda pior da região, e da média nacional (12,9%)
A crise na segurança pública de Pernambuco foi tema de encontro entre o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), com o presidente do Sindicato dos Policiais Civil de Pernambuco (Sinpol-PE), Áureo Cysneiros, nesta quinta-feira (1º).
Para o parlamentar, é lamentável ver a situação dos policiais civis do Estado e a falta de estrutura nas delegacias. “Nós estamos profundamente preocupados com o aumento da criminalidade e, sobretudo, com a situação das delegacias do Estado. À frente do Sinpol, Áureo tem mostrado o compromisso com a segurança pública e denunciado a situação diariamente, cobrado ações mais efetivas do governo do Estado, além da valorização do policial civil e de todos que fazem a segurança pública no Estado”, destacou Silvio
Cysneiros avaliou o encontro como positivo e pediu apoio não só da oposição, mas de outros parlamentares. “Apresentamos o problema da falta de estrutura das unidades da Policia Civil, como também a falta de efetivo. A falta de policiais vem ocasionando o fechamento de delegacias à noite, nos fins de semana e feriados, causando muito transtorno à população. Ninguém aguenta mais a falta de segurança. É preciso dialogar com a oposição e com a situação com foco nas melhorias da segurança pública”, pontuou.
O deputado se colocou à disposição da categoria na tentativa de buscar o diálogo com o Governo. “Quero me colocar à disposição do Sinpol, assim como de toda a categoria, para continuar buscando o diálogo com o Governo do Estado e defendendo os interesses da população. Não podemos pensar em um estado melhor e mais seguro se não houver diálogo com a sociedade, transparência e valorização dos agentes de segurança. Faço um apelo ao governador Paulo Câmara para que ele convide o sindicato para fazer uma reunião em busca de soluções para os problemas que preocupam todos nós”, defendeu Silvio.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga