Headlines

EDUCAÇÃO E SAÚDE

CÂMARA DE LIMOEIRO

CULTURA POLITICA E REGIÃO


Conheça Limoeiro

» » Último fim de semana da Fenearte tem peças de artesanato a partir de R$ 3


Itens produzidos por socioeducandos da Funase vão de tapetes e capas para botijão até porta-joias e bolsas

O último fim de semana da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) é a oportunidade para os visitantes conhecerem o estande da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase). O espaço, de número 578, está situado na Rua 21, próximo ao Portão H do pavilhão do Centro de Convenções de Pernambuco, local do evento. Peças de artesanato confeccionadas ao longo do ano por socioeducandos estão em exposição e podem ser adquiridas por preços que variam de R$ 3 a R$ 80. A Funase participa da Fenearte desde o início do evento, há 19 anos.

Entre os produtos disponibilizados nesta edição, há tapetes, roupas, capas para botijão, porta-joias, bolsas, pesos de porta, garrafas para decoração, pimenta orgânica, nécessaire, chaveiros e luminárias. A produção vem dos Centros de Internação Provisória (Cenip) Recife e Caruaru, dos Centros de Atendimento Socioeducativo (Case) Cabo de Santo Agostinho, Abreu e Lima, Caruaru e Santa Luzia, além da Casa de Semiliberdade (Casem) Santa Luzia. Oficineiros dentro das unidades auxiliam os adolescentes na confecção das peças, em um trabalho que une qualificação profissional, educação por meio da arte e perspectiva de renda no futuro para os socioeducandos e suas famílias.

A presidente da Funase, Nadja Alencar, destaca a importância social das ações desenvolvidas com os adolescentes dentro das unidades socioeducativas. “Eles se sentem muito bem fazendo essas atividades. A grande importância dos trabalhos manuais é que os adolescentes que estão cumprindo medidas socioeducativas percebem que, pelas próprias mãos, conseguem produzir peças bonitas que podem ser expostas e comercializadas para quem vai à Fenearte”, disse.

Para a coordenadora do Eixo Educação da Funase, Sônia Melo, a produção de artesanato ajuda não só na profissionalização dos socioeducandos, mas também no senso de coletividade. “As atividades realizadas são um resgate a autoestima do socioeducando, que, por várias vezes, é afetado com uma realidade assustadora. É lindo ver o quanto eles se interessam e produzem quando estão nas oficinas. Eles conseguem aflorar a imaginação e a criatividade com a confecção dos produtos. Passam a acreditar no potencial deles”, destacou.

A artesã Rossana Nouri foi uma das que visitaram o estande da Funase ainda nos primeiros dias da feira. Além de conferir o que está sendo exposto, ela também costuma contribuir para a produção dos itens por meio de doações de lantejoulas, retalhos de pano e papel. “Acho muito bonita a confecção e importante para a profissionalização deles”, avaliou.

Nesta sexta-feira (13), a Fenearte recebe o público das 14h às 22h. No sábado (14) e no domingo (15), último dia da feira, os estandes estarão abertos das 10h às 22h. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), nesta sexta. No fim de semana, os valores são de R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia).


Imagens: Divulgação/Funase




«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply