Headlines

EDUCAÇÃO E SAÚDE

CÂMARA DE LIMOEIRO

CULTURA POLITICA E REGIÃO


» » José Humberto Cavalcanti resgata memória de Armando Monteiro Filho

A história do empresário e ex-ministro Armando Monteiro Filho, falecido aos 92 anos no dia 2 de janeiro de 2018, foi relembrada pelo deputado José Humberto Cavalcanti (PTB), no Grande Expediente desta segunda (5). Junto com o parlamentar petebista, vários deputados manifestaram admiração pelo político – principalmente por sua fidelidade aos princípios democráticos, já que foi uma liderança de origem empresarial que se opôs à ditadura militar implantada em 1964.

O pernambucano era filho de Armando Monteiro, diretor de uma usina de cana-de-açúcar em Sirinhaém (Mata Sul). Sua atividade política teve início na década de 1940, quando ainda era estudante de Engenharia no Recife. À época, opôs-se ao Estado Novo (período político comandado por Getúlio Vargas). Na década de 1950, foi secretário de Viação e Obras Públicas do Estado e deputado estadual na Alepe. “No cargo que ocupou no Governo de Pernambuco, Armando Filho pavimentou mais de 300 quilômetros de estradas, ligando o Recife a cidades como Goiana, Caruaru e Palmares”, destacou Cavalcanti.

Em 1954, foi eleito o deputado federal mais votado de Pernambuco. Reeleito em 1958, foi ministro da Agricultura do gabinete do primeiro-ministro Tancredo Neves, entre 1961 e 1962, no período parlamentarista da Presidência de João Goulart. “Na ocasião, Armando Monteiro Filho redigiu um projeto de reforma agrária avançado até para os dias de hoje, mas que nunca chegou a ser implementado”, ressaltou o deputado petebista. “Quando surgiu o movimento militar em 1964, ele ficou do lado dos oprimidos e ajudou a criar o MDB no Estado. Com sua morte, os pernambucanos perdem um dos melhores exemplos políticos de nossa terra”, enfatizou José Humberto Cavalcanti.



Crédito da imagem: Roberto Soares
Com informações da ALEPE

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga